Postado em 17 de Junho às

“A OSJNM foi 100% para minha aprovação na UFMT”, afirma clarinetista

Orquestra Nova Mutum - MT Novo Conteúdo 01 (04/06/2013) Em 2010, quando ingressou na Orquestra Sinfônica Jovem de Nova Mutum (OSJNM), Lidiane Alves mal conhecia uma clarineta de perto. Apenas três anos se passaram e a jovem de 17 anos...

(04/06/2013) Em 2010, quando ingressou na Orquestra Sinfônica Jovem de Nova Mutum (OSJNM), Lidiane Alves mal conhecia uma clarineta de perto. Apenas três anos se passaram e a jovem de 17 anos se tornou acadêmica de Música na Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), de onde sairá com o título de bacharel em clarineta. Ela foi aprovada no processo seletivo da instituição pública juntamente com outros dois candidatos clarinetistas. Passou por prova teórica e prática, no mês de abril, além do obrigatório Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Lidiane frequenta as aulas de música no campus da UFMT em Cuiabá desde o dia 27 de maio. Clarinetista titular da OSJNM, atuava como professora na instituição mutuense desde o início do ano. Sua turma de clarineta foi assumida pelo colega Eleílson Almeida, que também é oboísta na Orquestra.

Filha de José Rodrigues Dias e Adriana Alves de Freitas, Lidiane nasceu em Batayporã/MS e vive com a família em Nova Mutum há 15 anos. Antes de entrar para a OSJNM e “mergulhar” na clarineta, estudou teclado com um professor particular. “Foi o professor de teclado que me apresentou a primeira clarineta, mas ficou só na apresentação. Só mais tarde, na Orquestra, que eu tive a oportunidade de conhecer e aprender. A OSJNM foi 100% da minha preparação pra estar aqui hoje, aprovada nesse curso superior”, testemunha a futura bacharel em música.

O professor de Lidiane nesses três anos de OSJNM, maestro Murilo Alves Pereira, responsável pela classe das madeiras na qual está inserida a clarineta, comemorou com entusiasmo a conquista da jovem aluna. “Bravo! Pela dedicação e seriedade que ela sempre demonstrou, não poderia ser diferente. É uma grande conquista pra Lidiane e também para o nosso projeto, que está gerando resultados muito interessantes”.

Lidiane iniciou a nova fase da vida com total apoio da família. Seu pai, conhecido por Zequinha, é um dos diretores da Associação Cultural e Social de Nova Mutum, mantenedora da OSJNM. Eleita bienalmente, a diretoria da associação é formada por pais de alunos, apoiadores do projeto e lideranças locais.

Legenda da foto: No II Recital de Alunos e Professores da OSJNM, Lidiane executou o Concerto para Clarineta em Si Bemol Maior nº 3, de Carl Stamitz

_________________________________
Assessoria de imprensa – OSJNM
Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC

Veja também

Com a Orquestra Juvenil Heliópolis, ex-aluna da Escola de Música participou de turnê com Andrea Bocelli05/10/18 Ex-aluna da Escola de Música, a clarinetista, Lidiane Alves, concluiu com sentimento de gratidão e alegria mais um grande momento em sua carreira profissional. A jovem participou juntamente com a Orquestra Juvenil Heliópolis da turnê do tenor Andrea Bocelli no Brasil. Segundo a jovem um dos momentos mais marcantes da turnê foi na apresentação, no Allianz Parque,......

Voltar para Blog