Postado em 20 de Agosto às

DEZ ANOS DO CIRANDA: Integrantes da OSJNM reforçam a OJMT em concerto na capital do Estado

Orquestra Nova Mutum - MT Novo Conteúdo 01 (20/05/2013) Os treze integrantes da Orquestra Sinfônica Jovem de Nova Mutum (OSJNM) que hoje atuam como professores na instituição foram convidados pelo Instituto Ciranda –...

(20/05/2013) Os treze integrantes da Orquestra Sinfônica Jovem de Nova Mutum (OSJNM) que hoje atuam como professores na instituição foram convidados pelo Instituto Ciranda – Música e Cidadania, de Cuiabá, a juntar-se à Orquestra Jovem de Mato Grosso (OJMT) para o concerto comemorativo aos 10 anos do Ciranda, realizado na noite de ontem (19), no Cine Teatro Cuiabá.

O Instituto Ciranda (mantenedor da OJMT) e a Associação Cultural e Social de Nova Mutum (mantenedora da OSJNM) são “irmãos” nascidos do mesmo movimento musical e social que tem conquistado o Mato Grosso e o Brasil. Muitas crianças e jovens tiveram suas vidas transformadas pela música nestes 10 anos, e boa parte profissionalizou-se fazendo dessa arte um meio de vida.

O concerto foi a segunda apresentação da OJMT na Temporada 2013. O programa contou com as composições “Fanfarra para o homem comum”, de Aaron Copland; “Abertura Festiva, Op. 96”, de Dmitri Shostakovich; “Pompa e Circunstância – March n.1, Op. 39”, de Edward Elgar e “Batuque”, de Lorenzo Fernandez, em sequência. “São obras-primas do repertório universal, perfeitas para que a Orquestra possa mostrar ao público que o seu desenvolvimento não é só técnico, mas também artístico”, explica Murilo Alves, regente da Orquestra Jovem e presidente do Instituto Ciranda.

Para o maestro, foi uma satisfação contar com a participação dos jovens mutuenses no concerto. “Nova Mutum já nos oferece muitos talentos. Para alguns deles, essa foi a primeira apresentação com a OJMT, e isso é uma experiência muito importante, que vai acrescentar muito em termos de experiência e currículo”, salientou Murilo Alves.

Presente no concerto, a secretária de Estado da pasta cultural, Janete Riva, comentou a importância do Ciranda. “Dia a dia tenho vivenciado as experiências culturais das mais diversas e num mergulho dentre tantos aparelhos, grupos e instituições voltadas à arte, o Instituto Ciranda tem se revelado um dos mais importantes de todo o setor cultural. Não só por seu caráter artístico, como também social. Crianças e adolescentes têm a oportunidade de desenvolverem habilidades artísticas, ao tempo em que podem vislumbrar um futuro melhor”.

Já a primeira-dama e secretária Roseli Barbosa destacou a mudança no cenário musical de Mato Groso ocasionado pelo Ciranda. “Além de transformar individualmente cada um dos alunos atendidos, as ações do Ciranda também promovem a profissionalização do setor e traz ainda a perspectiva da geração de novos organismos musicais. Muitos alunos atendidos pelo Instituto têm buscado se especializar em cursos superiores em várias universidades do país”, ressalta Roseli.

Com: www.cirandamusicaecidadania.org
_________________________________
Assessoria de imprensa – OSJNM
Folk – Comunicação Integrada
Tiago Franz – Jornalista 3621SC

Veja também

Termina hoje (31.01) prazo para seletiva dos novos inscritos no processo 2018/131/01/18 Hoje (31) é o último dia para os novos inscritos participarem do processo seletivo da Escola de Música Orquestra Jovem de Nova Mutum. O teste é obrigatório para alunos a partir de 11 anos, que realizaram seu cadastro online ou presencial, durante o período de matrícula. A efetivação da matrícula, só acontece após o processo......

Voltar para Blog