Postado em 21 de Fevereiro de 2017 às 10h34

Instrutor de viola caipira participa de intercâmbio musical com Fernando Deghi

Orquestra Nova Mutum - MT Por Ana Paula Dias Ascom OSJNM Com uma bagagem intensa na mala e várias formações, Fernando Deghi, esteve em Cuiabá ministrando uma oficina de viola caipira, que propôs aos...

Por Ana Paula Dias
Ascom OSJNM


Com uma bagagem intensa na mala e várias formações, Fernando Deghi, esteve em Cuiabá ministrando uma oficina de viola caipira, que propôs aos participantes o desenvolver a leitura musical, conhecimento a simbologia musical em exercícios de fixação, exercitar a memorização em obras utilizando melodias sem harmonia e inserir preenchimentos harmônicos às melodias demonstrando formas diferentes de utilização, incentivando o aluno a criação de arranjos.


Na oportunidade o instrutor de viola caipira da Escola de Música de Nova Mutum, Eleilson Almeida, esteve na capital, por indicação do coordenador pedagógico Fernando Pereira, para participar deste encontro com o músico.“Participar desta oficina me mostrou um universo totalmente diferente, algo que nunca havia visto. Eu tinha um conhecimento limitado e a viola caipira abrange várias possibilidades de atuação, dentre elas a técnica de execução, ou seja, o instrumental . Na oficina, Deghi me mostrou várias oportunidades que o violeiro pode atuar”, explicou Eleilson Almeida.


Fernando Deghi pesquisador, compositor, arranjador e instrumentista, desenvolve o seu trabalho em torno da composição, recuperação, divulgação e ensino de viola brasileira, de 10 cordas e caipira, desde 1989. Iniciou seus estudos na área musical em 1975, sendo grande parte desta trajetória dedicados a estudos intensos na prática violística e inúmeros concertos individuais e duo. Fernando Deghi é o autor dos livros Viola brasileira e suas possibilidades”(2001), Ensaios para Viola Brasileira” (2003), Iniciação a Arte da Viola Brasileira (2007), Navegares (2011), e Ensino à Distância de Viola. Também, suas composições exploram as possibilidades deste instrumento, sobretudo, em termos das muitas afinações possíveis, através dos mais variados estilos musicais recorrendo a uma metodologia voltada ao desenvolvimento, quer técnico, quer de repertório. Possui três CDs gravados: Violeiro Andante (2000), Brasil Violado (2004) e recentemente Navegares, lançado em junho de 2011. Deghi está, ainda, presente na coletânea Veredas da Atlântida- uma caminhada simbólica, lançado na Ilha Madeira em 2005, e no CD-Navegantes Lisboa em 2007.


“Ele é muito técnico. Foram quatro dias muito bem aproveitados e com toda certeza ele me mostrou novas oportunidades dentro de um único instrumento, e o qual eu me identifico, e muito. Eu só conhecia o Fernando Deghi pela mídia, mas poder participar da oficina me abriu a mente diante de tantas explicações e aprendizado, certeza que irei repassar para meus alunos”, finalizou o instrutor.

Confira o link do vídeo abaixo com a participação do instrutor nas aulas em Cuiabá, com o músico Fernando Deghi:

https://youtu.be/iwpU1ZqkI6E

Veja também

Funarte divulga agenda de ações dos Painéis, das Pré-Bienais de Bandas de Música e do II Simpósio Funarte-UFRJ de Bandas23/09/19Atividades serão realizadas entre os meses de setembro e novembro, nos estados do Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, São Paulo e A A Fundação Nacional de Artes – Funarte, por meio do seu Centro da Música, divulga o cronograma de atividades dos Painéis, Pré-Bienais de Bandas de Música e do II Simpósio Funarte-UFRJ de Bandas, em 2019, entre os meses de setembro e novembro. A primeira cidade a receber a ação será Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, dia 5 de setembro, com a......
OSJNM cumpre agenda em Chapada dos Guimarães durante evento gastronômico27/11/14 Com cerca de 45 integrantes, a Orquestra Sinfônica Jovem de Nova Mutum (OSJNM) realizou duas apresentações na cidade de Chapada dos Guimarães, durante evento gastronômico promovido pelo Serviço de Apoio às Micro......

Voltar para Blog